Lisboa à noite


"É, a partir de hoje, implementado em Lisboa, um projecto há muito prometido e esperado na capital, que pode ter efeitos exponenciais em termos de mobilidade e de níveis de sinistralidade na cidade, à semelhança do que acontece há anos em capitais europeias.
Os ministérios das Obras Públicas/Transportes e da Administração Interna, e a Câmara de Lisboa, apresentam hoje, integrado na Semana da Mobilidade, o projecto "Lisboa à Noite: Mobilidade Nocturna em Segurança".
O programa visa reforçar a oferta existente da rede de transporte público em todas as noites de 6ª feira, sábado e vésperas de feriado em Lisboa, reduzindo a taxa de sinistralidade, devido a excessos no consumo de bebidas alcoólicas; bem como disciplinar, em paralelo, o tráfego rodoviário, tanto em circulação como em estacionamento.
Espera-se ainda aumentar a segurança no eixo Bairro Alto - Avenida 24 de Julho e R. de Cintura do Porto de Lisboa.
Carris CP e barcos de madrugada
Segundo anteciparam ontem ao Destak os responsáveis pelo projecto que só hoje será apresentado e firmado em protocolo, a rede de transporte público será reforçada nas referidas noites com novos serviços da Carris, nomeadamente dois serviços shuttle sem cobrança directa ao utilizador, das 22h às 5h00, com intervalos de 20 minutos.
Em simultâneo, é prolongado o horário de funcionamento do Ascensor da Glória até às 4h30; e reforçada da Rede Madrugada da Carris através da duplicação da frequência para intervalos de 30 minutos e da integração de uma nova carreira (204 - Est. Oriente /Belém).
Mas também na CP e barcos há novidades. São criadas novas ligações suburbanas às 04h30: a CP disponibilizará três circulações nos sentidos Cais do Sodré - Cascais, Rossio - Sintra; e Sta. Apolónia - Alverca.
A Transtejo disponibilizará uma ligação fluvial no sentido Cais do Sodré - Cacilhas; e a Soflusa disponibiliza a ligação fluvial Terreiro do Paço - Barreiro.
Ainda hoje e também pela semana da mobilidade, a CML dedica o dia à promoção do transporte público e apresenta os novos corredores BUS, a 2ª fase do Táxi Seguro e novas condições para transporte de pessoas de mobilidade reduzida em táxis."

Fonte Destak

N.R. - Aos poucos Lisboa vai-se aproximando das grandes Capitais Europeias e cada vez mais afastando da realidade Portuguesa. No 1º semestre de 2008, Lisboa foi a Capital Europeia que mais aumentou a percentagem de visitantes estrangeiros comparando com anos anteriores.