#Twittpinga2

TWITTER, VINHOS, PETISCOS, APRENDIZAGEM, AMIZADE, E BOA DISPOSIÇÃO, EIS O TWITTPINGA.

Se há forma curiosa, e deliciosa, de organizar um evento, é esta como se decide realizar um Twittpinga. De repente alguém grita no twitter, "está uma manhã linda para se fazer um #twittpinga de monocastas da Ermelinda Freitas, não está?" e pronto, repto lançado, facto consumado. 


Para a próxima estas também têm de vir...


Reunido o espólio existente nas garrafeiras dos participantes, verificou-se que na véspera ainda era necessária uma incursão cirúrgica à loja da quinta do produtor. 

Um acontecimento destes requer sempre uma grande organização logística, foram dias e dias de reuniões e briefings para que nada falhasse no dia do evento.


Como era pouco vinho e assim não tinha piada, para além de provarmos todos os monocastas da Casa Ermelinda Freitas, ainda provámos várias colheitas de cada monovarietal.


Aqui o momento da passagem de modelos da colecção tinto, enquanto os espumantes e brancos buscavam temperatura no frio.


Como provar tanto vinho do mesmo produtor podia enjoar (e também porque era pouco vinho, claro está), decidimos levar várias referências de outras regiões. E dando uma dimensão global ao evento, da Suiça veio um branco que agradou, e dos States em forma de prova cega, um monocasta Zinfandel, que ocasionou no momento da prova curiosos comentários.


O delicioso lado sólido do #twittpinga, que ainda teve a honra de inaugurar a época das caracoladas. Pelo menos a minha.


Mas seria uma tamanha injustiça falar desta edição do #twittpinga e não exaltar os couratos do @rmarchante (os que ele levou para assar, entenda-se). Não me lembro de alguma vez ter comido uns couratos tão bons, nem os do Zeca Diabo . Muito finos, verdade que também muito bem assados, levemente crocantes por fora, e naquela textura única, macios e muito saborosos por dentro. Podia ser um prato elbulliano, mas não, era um simples courato. A haver um courato gourmet, seria assim.


Assim se passou uma excelente tarde de domingo, em boa companhia, com muitas histórias a acabar em risada, mas também com muita aprendizagem que estas provas em conjunto sempre proporcionam. Nos vinhos, os meus favoritos foram, e enquanto não ponho as minhas notas (muito pessoais) na página do evento no Adegga, nos brancos o Sauvignon Blanc & Verdelho 2009 que continua a ganhar adeptos, e nos tintos o Syrah 2007 e o Reserva 2008.
Agora é esperar que os astros se alinhem e que chegue a hora de declarar o #twittpinga3. O tema só o devaneio da ocasião vai ditar, será dedicado ao Bag In Box? Ou a uma vertical de Teobar? Ou à gama da marca Pingo Doce? É aguardar...

Fotos @dmatos