Herdade das Servas - Os Novos Reserva (Lisboa)






(imagem de divulgação)

Os vinhos da Herdade das Servas são velhos conhecidos. Embora ultimamente não me tenha cruzado muito com eles, foram vinhos que em tempos me habituei a ver nas prateleiras e a consumir, principalmente quando rumo ao sul do país.

A família Serrano Mira é das mais antigas a produzir vinho no Alentejo. Desde o século XVII que os antepassados de Luís e Carlos Mira produzem vinho em Estremoz, na Herdade das Servas, e cabe-lhes agora a eles a responsabilidade de perpetuar esta tradição familiar.
Azinhal, Judia, Monte dos Clérigos e Servas, são as quatro vinhas que perfazem os 220 hectares de vinha própria da propriedade.  São muitas as castas, portuguesas e estrangeiras, que preenchem toda a área de vinha e dão lugar aos vinhos das três gamas deste produtor. Monte das Servas e Vinhas das Servas, para os vinhos das gamas de entrada e Herdade das Servas para os vinhos de segmento mais alto.
A viticultura está a cargo de Carlos Mira, enquanto que a enologia, feita na propriedade, em adega própria, é da responsabilidade de Luís Mira, com a colaboração do enólogo Tiago Garcia.

Agora, num final de tarde de Novembro, subiram à capital para nos dar a conhecer os três novos tintos da sua gama mais alta. A apresentação aconteceu no Chafariz do Vinho, junto ao Príncipe Real, e contou com a presença dos dois irmãos responsáveis pela empresa, do enólogo Tiago Garcia e do director comercial, Artur Diogo.

Enquanto nos davam as boas vindas e apresentavam a empresa, foi servido o mais recente branco da casa, o Herdade das Servas Branco 2012. Este ano, feito de Alvarinho e Viognier, que irá para o mercado a um preço que ronda os 7,50€.
Depois avançámos então para a apresentação dos três novos Reserva Tinto deste produtor, que vão para o mercado com um preço a rondar os 16,50€, ou numa caixa com três unidades à escolha, por 50€.
São dois monocastas, de Alfrocheiro e Petit Verdot, produzidos pela primeira vez na Herdade das Servas da colheita de 2010 e um lote de Syrah (70%) com Touriga Nacional (30%), que é reeditado com esta colheita de 2009, agora com a denominação de Reserva.
Os dois primeiros estagiaram durante 14 meses em barrica e mais 12 meses em garrafa. Mostraram carácter alentejano, muito aromáticos, fruta madura, balsâmicos, encorpados. O terceiro, dentro do mesmo perfil, estagiou apenas 12 meses em barrica e mais 12 em garrafa.
Apresentadas as três novidades houve ainda tempo para se provar o topo de gama Herdade das Servas Vinhas Velhas 2009. Esta é apenas a segunda edição deste vinho (depois do 2005), produzido exclusivamente em anos excepcionais, o que demonstra bem o nível de exigência que o produtor coloca neste rótulo. Alicante Bouschet, Aragonez e Touriga Nacional, para um vinho que foi o meu preferido da tarde.




A Enoteca Chafariz do Vinho foi o espaço que acolheu esta prova de vinhos. Esta ocorreu no piso de cima do edifício, num espaço que infelizmente se revelou pequeno e com uma distribuição pouco prática para um evento do género. A sala de baixo, no piso principal, é claramente mais adequada. Fica a sugestão.

Um dos responsáveis por este espaço é o reconhecido crítico de vinhos, João Paulo Martins, que esteve presente e fez uma apresentação do lugar e do seu enquadramento histórico. É que este é um lugar especial, pois está situado no Chafariz da Mãe d'Água, um dos mais bonitos, da imponente obra do Aqueduto das Águas Livres.
O enquadramento no seu interior é por isso muito bonito, e nem o ambiente um pouco frio da imponência da pedra e do alto pé direito, deixam de criar um espaço elegante, com uns cantinhos muito charmosos. Obrigatória é a visita à garrafeira, instalada no túnel que sai da galeria principal, onde se consegue ter uma ideia da boa oferta vínica que o espaço tem para oferecer.
Para além do óbvio foco no vinho, existe também uma boa oferta de pequenos petiscos, muito bem conseguidos, que servirão de companhia para a degustação dos vinhos e que os presentes nesta apresentação tiveram oportunidade de provar. Retive, a tapa de bacalhau fumado, que estava uma delícia. 

Herdade das Servas
São Bento do Ameixial, Estremoz
Tel: 268 322 949
Email: info@herdadedasservas.com
Visitas através de marcação.

Chafariz do Vinho
Rua da Mãe d'Água à Praça da Alegria
Tel: 213 422 079
Email: clientes@chafarizdovinho.com

Marcadores: , , , , ,